quarta-feira, 15 de março de 2017

14 de Março de 1887 – O Profeta de Boca não muito cordial

Hosana Brandemburgo-Vasconcelos de Siqueira destacou-se [no Regime dos Sete Generais] não por seu curioso nome. [De fato mais coisas além dessas chamariam a atenção nele, a começar do fato de que, dos já mencionados sete, ele não era general, mas Almirante, e também contrariamente a eles, nunca chegou a ter o Poder Supremo – embora tenha chegado perto dele como eminência parda de dois governos].

O Almirante [como a complexidade de seu sobrenome o fazia ser mais conhecido] [e ao contrário de antecessores que não primavam pela lhaneza de trato] tomou posse no estranho cargo Quartelmestre Geral [criado (dizem) especificamente para ele] no dia de hoje, na expectativa de ser um homem de trato finíssimo.

No entanto [e para interesse e decepção dos historiadores] sua coletânea de discursos oficiais está polvilhada de *** e outros sinais para dissimular as palavras pouco recomendáveis que proferia.

O Almirante [para desespero dos que o consideravam um cavalheiro e um pacifista] declarou [quantas vezes para quem quisesse ouvir] que O Problema do Mundo era o Excesso de Gentileza! E continuava Quando quero dizer Idiota, digo Idiota, quando quero dizer Estúpido, digo Estúpido.

E veio a parte delicadamente retirada por assessores Quando quero dizer que dominaremos o Mundo, é porque vamos dominá-lo!

Dizem que o Almirante planejava uma invasão brasileira à Europa, e adormecia sobre mapas a planejá-la. Durante meio século riram dele. Até que o barulho das barcaças de desembarque tirou a graça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário