quinta-feira, 30 de março de 2017

25 de Março de 1922 – A Sociedade da Conquista do Mundo

A Sociedade Secreta Os Quatro Pilares do Pentagrama surgiu hoje, em sessão surpreendentemente pública, no ginásio da Cidade 431 [o Regime Tosco, implantado no ano anterior, numerara as cidades]. Surpreendentemente só para quem não conhecia a Sociedade e sua inata tendência ao Paradoxo.

Que começava pelo nome – basta algum conhecimento de radicais gregos para se saber que penta significa cinco – e portanto o esdrúxulo grupo não poderia ter apenas quatro pilares.

Além das tradicionalíssimas [e um tanto monótonas] metas de Autoconhecimento Interior, Superação Individual e Nível Transcendental de Consciência, a Sociedade tinha propósitos bem mais terráqueos, como o de proporcionar uma distração semanal a seus membros dentro do ramerrão do dia a dia e [o que já não era tão cômico, especialmente para os povos vizinhos] propiciar que o Brasil anexe o mais possível de territórios dos outros países.

Muito já se escreveu [e quanto mais se escreveu menos se esclareceu] sobre a dita Sociedade. Escritores candidatos a best-seller encheram a agremiação de agentes à la 007 e de espiãs de batom vermelho e largos decotes [um contrassenso pois, se é verdade que o grupo tinha muitas mulheres, é mais verdade ainda que a maioria se compunha de irremediáveis nerds].

Creem [os mais realistas e talvez chatos] que a Sociedade não passava de um pretexto para engordar com chá e bolinhos. O que não os impedia de [talvez por tédio] traçarem planos para uma invasão da Europa. Parte deles, por sinal, foi utilizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário